Seguidores

Pesquisar neste blogue

Vigilante - Arcade Review - Por: Old Game Master:

Loading...

domingo, 14 de setembro de 2008

Akai Koudan Zillion - Master System -1987."赤い光弾 ジリオン"

Nome: Akai Koudan Zillion - "赤い光弾 ジリオン"
Plataforma/ Console: Sega Master System (SMS)
Ano de Lançamento: 1987
Publisher(s) : Sega/ Tatsunoko Productions/NTV.
Gênero: Ação/ Plataforma.

História do Anime Zillion:
Fonte: Wikipedia Brasileira
Url: http://pt.wikipedia.org/wiki/Zillion

Zillion foi um anime de grande sucesso nos anos 80, tendo sido produzido inicialmente para ajudar na divulgação e vendas dos brinquedos e jogos da SEGA.

Entre eles estavam os jogos para o console Master System, na época uma revolução em termos de videogame. Existia um brinquedo que vinha com uma pistola (a Light Phaser) e um sensor eletrônico, igual ao dos personagens de Zillion. Era um tipo de Paintball eletrônico.

A partir daí a SEGA começou a investir mais nestes personagens e resolveu criar um anime. Para isso fizeram um contrato com a Tatsunoko Productions e formaram então a equipe que deu forma a série ZILLION.

Nasce assim a série originalmente chamada de "Akai Koudan - Zillion" (Projétil de Luz Vermelha - Zillion).

A série estreou no Japão no dia 12 de abril de 1987, na Nippon Television. No prêmio anual "Atom", o desenho recebeu diversos prêmios, entre eles melhor obra e melhores personagens Masculino e Feminino (J.J e Apple respectivamente). O final da série foi ao ar no dia 13 de dezembro de 1987.

No Brasil a série começou a ser exibida pela Rede Globo nas manhãs de domingo e o capítulo final chegou a ser exibido às 5 horas da manhã no Reveillon de 1994. Por causa disso pouca gente assistiu ao final. Zillion também foi exibido pela Rede Gazeta, no extinto programa "Gazetinha".

Foram lançados dois jogos baseados na série, ambos para o Sega Master System.


Zillion
赤い光弾ジリオン
(Akai Kōdan Jirion)
Gênero Aventura, Ficção Científica, Shonen
Anime: Zillion
Direção Akira Watanabe
Estúdio Tatsunoko Production (Production I.G)
Exibição original 12 de Abril de 198713 de Dezembro de 1987
Emissoras de TV Nippon Television

Rede Globo, Rede Gazeta

N° de Episódios 31
OVA: 赤い光弾ジリオン 歌姫夜曲 バーニング・ナイト
Akai Kodan Zillion Utahime Yakyoku Burning Night
Dirigido por Mizuho Nishikubo
Estúdio Production I.G
Lançamento 21 de junho de 1988
N° de Episódios 1
Duração 45 min


Anime: Zillion - Por: Game Master:


Eu não acompanhei Zillion pela Rede Globo mas sim pela Rede Gazeta (Canal 11) e pelo programa Gazetinha, geralmente entre as 19:00 hs da noite, e ao contrário do que a Wikipedia diz sobre o último episódio, ele foi passado novamente algum tempo depois. O final é no mínimo inusitado, já que J.J. não destrói os Norzas (Nozas). E a idéia que temos ( não vou contar o final do Anime) é que realmente tudo dá uma idéia que haveria uma continuação no planeta Terra.

Zillion com absoluta certeza que era uma daquelas tentativas de introduzir os animes japoneses no Brasil. Mas a onda do momento ainda eram os Tokusatsus como Jaspion, Changeman e etc. O gosto do Brasileiro pelos Animes Jpaoneses ainda demorou anos para amadurecer. Zillion também era um anime com uma linguagem adulta ( Quem se lembra das tiradas e a interação de J.J. com Apple sabe do que estou falando) muitas das cenas de morte e violência do seriado foram censuradas, mas todo mundo adorava os conflitos pessoais de J.J. ao ser escolhido por engano pela White Knight, a rivalidade entre Champ e J.J. e principalmente o Barão Rikis, lutou bravamente até o final.

A ligação de Zillion com o Master System não foi o que a Sega esperava, muito menos a Tec Toy com o Master System no Brasil. Foi uma estratégia de Marketing que não deu certo, mas deixou como legado este anime clássico. Muita gente esperava uma conversão decente para videogame, coisa que infelizmente não aconteceu no Master System ou em qualquer outro console.

Light Phasers:

Os Light Phasers que os personagens usam se parecem com as armas de luz do Master System, e das Quasar/Q-zar de uma linha de brinquedos criadas também pela Sega.Vale á pena lembrar que no Brasil a Tec Toy chegou a comercializar um brinquedo (Pistolas Zillion) mas não houve uma grande repercussão do mesmo no mercado brasileiro.

Os Light Phasers foram melhorados no meio da série, mas o motivo principal foi a retirada do patrocínio da Sega. Como as Light Phasers eram muito parecidas com as suas, elas tiveram que ser mudadas.

Realmente o designer da Light Phaser e da Zillion eram muito parecidos. Mas nem o fato do periférico ter alguma ligação com o anime foi o suficiente para emplacar o sucesso do mesmo no Master System. Poucos jogos que usavam a Light Phaser foram lançados.

OPA- OPA! (ou UPA- UPA!):



Muita gente não se lembra do robô Opa-Opa! do Anime Zillion, mas com certeza se recorda de jogos comoaFantasy Zone 2: The Tears of Opa Opa e Fantasy Zone : The Maze para o Master System. Como foi dito, o Anime Zillion foi criado numa projeção e marketing dos produtos e jogos da Sega. E este robô Opa-Opa fez parte não só dos jogos de Master System, mas de diversos outros consoles como: Arcade/Sega Master System/Game Gear/Mega Drive/Saturn/TurboGrafx 16 (PC Engine)/PC Engine Turbo CD (Não foi lançado)/MSX/X68000/Windows e em uma coletânia do PS2 (Sega Ages).

Isso sem contar com uma aparição cameo em: Alex Kidd in the Lost Stars.

Interessante que como um personagem coadjuvante de um anime teve mais repercussão que o próprio anime em matéria de jogos.

Para os que quiserem conhecer mais sobre as séries de jogos Fantasy Zone e sobre Opa-Opa! deixamos o link do: Hardcore Gaming 101:
http://hg101.classicgaming.gamespy.com/fantasyzone/fantasyzone.htm

REVIEW: AKAI KOUDAN ZILLION - MASTER SYSTEM.
Por: Game Master.


Front and Back Cover da Versão Americana (Européia) do jogo Zillion:

Como primeiro jogo do anime Zillion para o Master System (Já que existe um segundo chamado Tri Formation) Não é exatamente o que você esperava de um jogo de ação do mesmo naipe do anime. Os gráficos não são aquela maravilha, tanto dos personagens, jogo e inimigos ( que são estúpidos até dizer chega)o mesmo podemos dizer do som do jogo que passa do monótono ao chato, mesmo em situações de confronto. Os conroles e a jogabilidade, embora limitados, responde bem aos comandos. Mas o que não decepciona em Zillion é a dificuldade, já que é preciso explorar bem as áreas em busca dos cards para usar nos computadores. Cada Card encontrado tem um código e uma sequência de símbolos no qual realiza ações desde abrir novas áreas até o momento final em que é preciso detonar e explodir a base dos Nozas (Norzas).

Na pele de J.J. é preciso resgatar os outros dois membros da equipe White Knight (Apple e Champ). é preciso vasculhar as várias aréas subterrâneas , subir e descer por elevadores e encontrar os cards para os computadores ( como descrito acima) e os locais one Apple e Champ estão aprisionados. Existem poucos itens de cura e recuperação de energia no jogo, mas existe como opção retornar a nave e restaurar a energia do personagem (Algo que pode funcionar no começo, mas depois quando estiver longe no jogo, é totalmente inviavél).

Akai Koudan Zillion não é aquele jogo excepcional, mas é divertido e desafiador, e para aqueles que querem conferir um dos poucos jogos baseados no anime, já é um bom começo.

Nas imagens abaixo podemos conferir algumas das fases do jogo e também as versões Japonesa e Americana, e claro como não poderíamos nos esquecer, uma versão Hackeada e traduzida para nosso idioma.


(Clique na imagem para ver em formato normal):

Conferindo as imagens da esquerda para a direita podemos ver as versões Japonesa, americana e a Hackeada
para o Português.Créditos para a equipe PO.B.R.E e DevilFox pela excelente tradução do jogo.





Sem comentários: